©
Ele é só um cara perdido como muitos outros caras que você encontrou, e perdeu. Ele é só um cara. E você já esqueceu outros caras antes.
by Tati Bernardi. (via quase-heroi)

(Source: not--scared, via sweetlovmaker)

E quem diria que a gente voltaria a se encontrar. As coisas são complicadas, no momento que pensei que você ficaria distante, você ficou perto. E agora que ficamos perto você se faz distante. Não entendo essas idas e vindas que a vida dá, e muito menos essas idas e vindas que você dá na minha vida. De repente você está na minha frente, e a única coisa que me vem na cabeça é que essa noite você é meu, exclusivamente é somente meu. Mas minhas mãos tremem, meu coração dispara e por um momento tento disfarçar a imensidão da felicidade que senti naquele instante. Você faz meu coração palpitar. Imagino como uma pessoa pode ser tão bonita por fora quanto por dentro. Você me tem desde que me conhece mas nunca deixei você saber disso. Você me tem tão fácil nas mãos que consegue me perder na mesma frequência com que me ganha.
by Patrícia Pimenta (via eunemteamo)

(via sweetlovmaker)

Eu consigo ficar bem sem você. Isso pode soar monstruoso para os seus ouvidos, mas a verdade é que eu sei ser feliz quando você não está por perto. Eu sei soltar gargalhadas que você se orgulharia de ouvir, consigo ser a graça de uma roda de amigos, sei me divertir em qualquer lugar, consigo flertar com outros homens e também aprendi a falar sobre você abertamente, sem sentir vontade de chorar ou me trancar em um quarto para sempre. Não sinto mais a mesma necessidade doentia de ouvir a sua voz, assim como também não sinto mais aquela vontade perturbadora de te ligar três da manhã para te contar sobre as coisas ruins que levo no peito. Eu aprendi a sobreviver sem você. Eu só queria que você soubesse disso. Não sinto mais raiva sua e acho que isso é um grande passo. Você errou feio, mas eu também deixei de acertar em vários aspectos. Fui eu quem pôs um fim no que a gente tinha e acho que isso me valida como a vilã da história também. Não era pra ser, nunca vai ser e para ser sincera, eu já aceitei este fato. Fiquei sabendo que seu pai voltou para casa e isso valeu o meu dia. Eu fico feliz pelas suas conquistas. Soube que mudou de emprego e não pude deixar de sorrir por você também. Eu te amei demais para conseguir não me importar com você. Até mesmo agora. O seu bem é o meu também. Você foi a única luz que eu já ousei enxergar. O demônio que assombrou toda a minha existência e que ainda assim conseguiu me fazer sentir mais viva do que em toda a minha vida. Você merece todas as coisas boas que o mundo pode te proporcionar. Eu te conheço mais do que todos os outros e eu sei sobre as coisas boas que você leva consigo - e que faz questão de esconder para todo mundo. Por trás desse peitoral rígido, do abdômen bem definido e das proezas que você faz nessas festas bestas, tem um homem maravilhoso. Sua vida seria melhor se você fizesse questão de estampar isso e eu sou grata a você por ter me deixado conhecer esse seu lado. Nenhuma garota foi tão fundo, eu sei. Nenhuma delas dedicou alguma parte dos seus dias para tentar te entender. Elas não te merecem. Pare com essa sua mania besta de procurar mulheres vazias, elas nunca vão te preencher. Você é inteiro demais para se contentar com metades. Eu espero que você nunca se esqueça de quem você é de verdade, porque eu juro, se me dessem a chance de escolha, eu gostaria de ficar com você para sempre. Não se sinta culpado pela nossa ruína. A gente não sabe fazer dar certo, nós só sabemos ser final.
by Germana K.   (via was-wrong)

(Source: icanbeyourcocaine, via sweetlovmaker)

Em algum lugar, alojado na nossa memória coletiva das catástrofes, exatamente cem anos atrás na virada de 1913 para 1914, um grande navio transatlântico, com quatro chaminés, o maior e mais luxuoso jamais construído, cujos passageiros, ricos e pobres, juntos empreenderam uma viagem. Então o navio, partiu de Southampton, na Inglaterra, seguro de si, inafundável, até que chegou ao campos de gelo do Atlântico costeou a região de Newfoundland e acelerou até ancorar em New York. Porque este navio não é o Titanic mas sim seu irmão gêmeo, o Olympic, feito na mesmo época, pelas mesmas pessoas, para fazer o mesmo trabalho e do mesmo modo. O Olympic não somente completou a viagem inaugural, como se tornou conhecido como o Velho Confiável, navegando por mais de 20 anos.
A história dos dois navios, deve ser posta em mente, quando olhamos o futuro no próximo ano. Ela relembra-nos que a nossa imaginação para o desastre é mais fértil que nossa imaginação para o ordinário. Você certamente ouviu do Titanic, você provavelmente nunca ouviu do Olympic. Nós temos o filme (Titanic) e lembramos apenas da história triste. Nós procuramos paralelo para o desastre e perdemos o paralelo da esperança.
Dois navios saem para navegar um século atrás: o navio que navegou e o navio que afundou. Olympic ou Titanic? Qual é o nosso? Talvez, seja essencial para a vida pensar que sabemos o que estamos fazendo, quando partimos para uma nova jornada (ou novo ano). Somente as circunstancias de suas escolhas lhe embarcam no Olympic ou no Titanic. 
Feliz 2014

O amor é tão arrogante que não aceita virar amizade.
by Fabrício Carpinejar.    (via dose-de-poesia)

(Source: glatten, via dose-de-poesia)